img-book

A TRAVESSIA DO RIO JAPEJU

A TRAVESSIA DO RIO JAPEJU

Numa manhã de primavera, em 1979, o sexagenário padre Ariel Enhorabuena desembarca em Paso de los Libres, cidade argentina na fronteira com o Brasil, para identificar um corpo encontrado às margens do Rio Uruguai. De acordo com o comissário de polícia, tudo indica se tratar do jesuíta argentino Carlos Arturo Buenaventura, que há alguns meses fora ao Sul do Brasil fazer investigações arqueológicas que tanto interessavam a Enhorabuena. Essas pesquisas buscavam encontrar vestígios do antigo conservatório musical de Japeju, fundado no século XVII por missionários jesuítas e completamente destruído pelos bandeirantes.
Ao reconhecer o corpo do jovem Buenaventura, Enahorabuena se vê compelido a ir ao Brasil, mais especificamente para Eldorado – tanto para recolher os pertences e documentos de pesquisa de seu colega quanto para informar o bispo da cidade sobre esse terrível acontecimento. O que Enhorabuena não sabe, porém, é que essa ida ao país vizinho lhe proporcionará estranhos encontros e revelações.
Depois de cruzar a fronteira dos dois países pelo Rio Uruguai (chamado de Rio Japeju por alguns argentinos da região) e chegar a Eldorado, ele se depara com muita gente esquisita que acredita nas mais absurdas lendas e superstições – e também com um curandeiro argentino que, segundo dizem, ganha uma fortuna ao tratar dos doentes.
Quando o jesuíta percebe que Eldorado não é uma cidade como as outras, já é tarde demais. E ele mal podia imaginar que seria tão difícil voltar à Argentina.
... + mais
Gênero:  
Formatos Disponíveis Código do Produto Preço sugerido
LIVRO DIGITAL ISBN: 9788582402696 R$15,90
Sobre o Livro
Sinopse

Numa manhã de primavera, em 1979, o sexagenário padre Ariel Enhorabuena desembarca em Paso de los Libres, cidade argentina na fronteira com o Brasil, para identificar um corpo encontrado às margens do Rio Uruguai. De acordo com o comissário de polícia, tudo indica se tratar do jesuíta argentino Carlos Arturo Buenaventura, que há alguns meses fora ao Sul do Brasil fazer investigações arqueológicas que tanto interessavam a Enhorabuena. Essas pesquisas buscavam encontrar vestígios do antigo conservatório musical de Japeju, fundado no século XVII por missionários jesuítas e completamente destruído pelos bandeirantes.
Ao reconhecer o corpo do jovem Buenaventura, Enahorabuena se vê compelido a ir ao Brasil, mais especificamente para Eldorado – tanto para recolher os pertences e documentos de pesquisa de seu colega quanto para informar o bispo da cidade sobre esse terrível acontecimento. O que Enhorabuena não sabe, porém, é que essa ida ao país vizinho lhe proporcionará estranhos encontros e revelações.
Depois de cruzar a fronteira dos dois países pelo Rio Uruguai (chamado de Rio Japeju por alguns argentinos da região) e chegar a Eldorado, ele se depara com muita gente esquisita que acredita nas mais absurdas lendas e superstições – e também com um curandeiro argentino que, segundo dizem, ganha uma fortuna ao tratar dos doentes.
Quando o jesuíta percebe que Eldorado não é uma cidade como as outras, já é tarde demais. E ele mal podia imaginar que seria tão difícil voltar à Argentina.

Informações

Digital

ISBN: 9788582402696
Ano: 2015

Outros livros de: LITERATURA NACIONAL