img-book

CITY BOY

Minhva vida em Nova York

O autobiográfico City Boy apresenta uma Manhattan sórdida e livre – entre a Revolução Sexual e a descoberta da aids – sob o olhar de um de seus maiores protagonistas. Edmund White abriu mão de um título em Harvard para perseguir o amor em Nova York, aonde chegou com uma mão na frente e outra atrás e sem saber que rumo tomar.

Os anos de 1960 e 1970 foram um período de grande transformação da cidade e daqueles que se deixavam levar por sua efervescência cultural. Presente na Rebelião de Stonewall em 1969, White testemunhou o nascimento do movimento gay, do qual se tornou uma das principais vozes literárias, ao mesmo tempo em que progressivamente assumia sua opção sexual. Em meio a tudo isso, convivia com ícones das artes, como o escritor russo Vladimir Nabokov, que o apresentou ao círculo intelectual nova-iorquino, frequentado por Elizabeth Bishop, William Burroughs, Susan Sontag e o artista plástico Jasper Johns.

Absorvendo as novas influências, White retrata a cidade da época, onde encontrou sua identidade artística, e relata suas ambições e desejos, seus amores e heróis literários. Em City Boy, o autor mostra a franqueza e a generosidade que tornaram sua literatura original e que tem cativado leitores do mundo inteiro.

... + mais
Formatos Disponíveis Código do Produto Preço sugerido
LIVRO IMPRESSO
336 páginas
ISBN: 9788564065499 R$34,90
Sobre o Livro
Sinopse

O autobiográfico City Boy apresenta uma Manhattan sórdida e livre – entre a Revolução Sexual e a descoberta da aids – sob o olhar de um de seus maiores protagonistas. Edmund White abriu mão de um título em Harvard para perseguir o amor em Nova York, aonde chegou com uma mão na frente e outra atrás e sem saber que rumo tomar.

Os anos de 1960 e 1970 foram um período de grande transformação da cidade e daqueles que se deixavam levar por sua efervescência cultural. Presente na Rebelião de Stonewall em 1969, White testemunhou o nascimento do movimento gay, do qual se tornou uma das principais vozes literárias, ao mesmo tempo em que progressivamente assumia sua opção sexual. Em meio a tudo isso, convivia com ícones das artes, como o escritor russo Vladimir Nabokov, que o apresentou ao círculo intelectual nova-iorquino, frequentado por Elizabeth Bishop, William Burroughs, Susan Sontag e o artista plástico Jasper Johns.

Absorvendo as novas influências, White retrata a cidade da época, onde encontrou sua identidade artística, e relata suas ambições e desejos, seus amores e heróis literários. Em City Boy, o autor mostra a franqueza e a generosidade que tornaram sua literatura original e que tem cativado leitores do mundo inteiro.

Informações

Impresso

ISBN: 9788564065499
Páginas: 336

Informação adicional

Dimensões 16 x 23 mm
Outros livros de: LITERATURA INTERNACIONAL