img-book

NOTHIN’ TO LOSE

A formação do KISS (1972-1975)

O cenário musical dos anos 1970 foi marcado pelos homens maquiados e com roupas espalhafatosas. Quando levaram essas características ao extremo, Gene Simmons e Paul Stanley ficaram a um passo de criar o Kiss. Com maquiagem, roupas chamativase botas plataforma se transformaram emfiguras paradoxais: cativantes e assustadoras ao mesmo tempo. Simmons virou “Demon”, e Stanley se tornou “Starchild”. Aos dois, juntaram-se “Space Man” (Ace Frehley) e “Catman” (Peter Criss).
Com duas dezenas de discos lançados e 100 milhões de cópias vendidas, o Kiss é praticamente uma instituição do rock. Em mais de 40 anos de carreira, seu legado parece inesgotável, e sua legião de fãs, inacabável.

Para explicar o Kiss, o jornalista Ken Sharp, com a colaboração de Stanley e Simmons, vasculhou o passado atrás de material exclusivo e histórias inéditas. E descobriu muito. Mais de 200 entrevistas depois, o resultado é Nothin’ to Lose, um relato íntimo e original sobre os passos iniciais da banda que conseguiu reinventar o rock.

O livro narra, pela primeira vez e com detalhes notáveis, os anos de formação do Kiss, entre 1972 e 1975, culminando com seu primeiro grande sucesso, o lançamento do álbum Alive! e do hino “Rock and Roll All Nite”.

Construído como um bate-papo, Nothin’ to Lose inclui entrevistas com Ace Frehley e Peter Criss, bem como com produtores, engenheiros de som, roadies, proprietários de clubes e outras figuras importantes do meio musical. Artistas contemporâneos do Kiss também nos brindam com seus relatos:

Alice Cooper, Joe Perry (Aerosmith), Noddy Holder (Slade), entre outros.

... + mais
Gênero:  
Formatos Disponíveis Código do Produto Preço sugerido
LIVRO IMPRESSO
560 páginas
ISBN: 9788582400715 R$44,90
Sobre o Livro
Sinopse

O cenário musical dos anos 1970 foi marcado pelos homens maquiados e com roupas espalhafatosas. Quando levaram essas características ao extremo, Gene Simmons e Paul Stanley ficaram a um passo de criar o Kiss. Com maquiagem, roupas chamativase botas plataforma se transformaram emfiguras paradoxais: cativantes e assustadoras ao mesmo tempo. Simmons virou “Demon”, e Stanley se tornou “Starchild”. Aos dois, juntaram-se “Space Man” (Ace Frehley) e “Catman” (Peter Criss).
Com duas dezenas de discos lançados e 100 milhões de cópias vendidas, o Kiss é praticamente uma instituição do rock. Em mais de 40 anos de carreira, seu legado parece inesgotável, e sua legião de fãs, inacabável.

Para explicar o Kiss, o jornalista Ken Sharp, com a colaboração de Stanley e Simmons, vasculhou o passado atrás de material exclusivo e histórias inéditas. E descobriu muito. Mais de 200 entrevistas depois, o resultado é Nothin’ to Lose, um relato íntimo e original sobre os passos iniciais da banda que conseguiu reinventar o rock.

O livro narra, pela primeira vez e com detalhes notáveis, os anos de formação do Kiss, entre 1972 e 1975, culminando com seu primeiro grande sucesso, o lançamento do álbum Alive! e do hino “Rock and Roll All Nite”.

Construído como um bate-papo, Nothin’ to Lose inclui entrevistas com Ace Frehley e Peter Criss, bem como com produtores, engenheiros de som, roadies, proprietários de clubes e outras figuras importantes do meio musical. Artistas contemporâneos do Kiss também nos brindam com seus relatos:

Alice Cooper, Joe Perry (Aerosmith), Noddy Holder (Slade), entre outros.

Informações

Impresso

ISBN: 9788582400715
Páginas: 560
Ano: 2013

Outros livros de: BIOGRAFIAS